Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Departamento de Educação inicia atendimento remoto aos alunos
Início do conteúdo da página
Notícias

Departamento de Educação inicia atendimento remoto aos alunos

A semana que passou foi de acolhimento aos alunos, pais e responsáveis, com o objetivo de definir as estratégias de atendimento.

  • Publicado: Segunda, 28 de Setembro de 2020, 14h27
  • Última atualização em Quinta, 08 de Outubro de 2020, 14h36

Suspensas desde o dia 12 de março, ainda não há previsão de  retorno às aulas presenciais.  As autorizações anunciadas e revogadas logo em seguida pelas autoridades municipal e estadual do Rio de Janeiro, demonstram a complexidade da situação a ser enfrentada para a volta do ensino presencial, com segurança, frente à epidemia de Covid-19.  Neste contexto, o ensino remoto se impõe, apesar de todas as dificuldades previstas de ordem pedagógica, didática, metodológica e tecnológica.

"As dificuldades de acesso à internet em casa, seja por  falta de wi-fi como pela limitação dos pacotes de dados celulares, constatados na pesquisa realizada pelo DED com as famílias dos alunos entre os dias 31 de julho e 7 de agosto, estão sendo levadas em conta na elaboração dos programas de atendimento", explicou o diretor do Departamento de Educação, Luigi Amorim. 

Assim, as ações iniciais serão voltadas para o restabelecimento do contato com os instrumentos de ensino e aprendizagem, da rotina e disciplina de estudo e as relações interpessoais. Para que isto seja possível, o IBC vai utilizar os recursos de que dispõe para promover os encontros online e a troca de arquivos de atividades entre alunos e professores, como e-mail e plataformas para encontros ao vivo (Google Meet) e de envio de mensagens e arquivos (Whatsapp Bussiness).

"A família, como elo ainda mais importante e determinante de qualquer êxito educacional no momento, receberá as orientações dos professores e devolverá a eles os resultados obtidos pelos alunos a fim de construir, em parceria com a escola, processos efetivos e eficazes de acolhimento", concluiu o diretor do DED.

 

A proposta da Divisão de Ensino (DEN) para o ensino remoto:

Educação precoce

A atividade remota ocorrerá, a princípio, quinzenalmente ou, de acordo com a demanda da família, semanalmente.  O dias e horário das atividades a serem realizadas quinzenalmente ou semanalmente serão definidos em comum acordo entre a família e o professor. Havendo concordância de dois ou mais professores, estes poderão realizar as atividades remotas conjuntamente, envolvendo as famílias dos seus alunos.

Os canais de comunicação utilizados nas atividades remotas serão aqueles disponibilizados pelo IBC. Na impossibilidade de se estabelecer um recurso em comum entre a família e a Instituição,  a coordenação levará ao conhecimento da Direção para possíveis soluções.

Educação infantil

Na reaproximação de alunos e seus familiares ao ambiente escolar,  foram planejados encontros de acolhimento, escuta das emoções, muita música, contação de histórias e brincadeiras, para  estreitar os laços aluno/professor/escola que foram interrompidos ainda no período de adaptação.

Para respeitar o ritmo individual e o tempo de concentração de cada criança, assim como as atribuições domésticas de cada família, os encontros ao vivo ocorrerão uma vez por semana, entremeados com atividades enviadas para serem desenvolvidas em casa, junto às famílias, permitindo assim a vivência de novas experiências e a ressignificação desse momento.

Ensino fundamental

  • Na primeira fase (1º ao 4º ano) o planejamento e as interações serão por turma e cada regente desenvolverá o seu trabalho. Pretende-se atingir o aluno via internet e propor atividades online (ao vivo) e para devolução posterior. Para garantir a participação daqueles alunos sem acesso à internet e redes sociais serão fornecidas as orientações pelos canais de comunicação acessíveis do aluno e enviados áudios, livros e apostilas em tinta e braille.

  • Na segunda fase (5º ao 9º ano) a proposta é de ações comuns divididas por dois grupos de disciplinas: 1) artes, ciências, história e português. 2) educação física, geografia, inglês e matemática). O período de desenvolvimento das ações será quinzenal e no final de cada ciclo os coordenadores e pais analisarão a efetividade das ações e determinarão as ações do próximo período.

A partir da segunda quinzena, as atividades das disciplinas de português e inglês passarão a ser ações conjuntas da área de linguagem. Após os primeiros 15 dias também serão incluídas na programação atividades de orientação e mobilidade (OM).

As atividades serão distribuídas em diversos formatos com o objetivo de alcançar da melhor forma possível todo o alunado, como videochamadas, podcasts e materiais diversos para serem distribuídos por meio digital ou enviados às residências.

Ensino médio profissionalizante

Cada curso atuará da seguinte forma:

  • O curso de artesanato (PROEJA e Integrado) trabalhará com um projeto interdisciplinar denominado UBUNTU que contempla a utilização da filosofia africana, que nutre o conceito de humanidade em sua essência.

  • O curso de massoterapia desenvolverá atividades de palestras e encontros online e envio de materiais para leitura;

  • O curso de revisor braille enviará material impresso em Braille. Também terá encontros online com abordagens de temas relevantes para o profissional de Revisor de textos no Sistema Braille.

  • O curso de instrumento musical desenvolverá atividades de envio de materiais para leitura e encontros online.

A atuação da Divisão de Orientação Educacional, Psicológica e Fonoaudiológica (DOE):

Desde o início do distanciamento social a divisão se manteve atenta às situações mais delicadas e executou ações específicas de orientação aos responsáveis e alunos. Neste momento de planejamento da DEN participou das reuniões e contribuiu na formulação das estratégias educativas.

A equipe da DOE já planeja a volta dos atendimentos individuais e se prepara para as demandas que surgirão com a retomada das atividades pedagógicas. Já são estudadas novas oficinas, lives e informativos especializados voltados para os aspectos emocionais, o processo ensino e aprendizagem, a mobilidade, os cuidados nas interação interpessoais e com os instrumentos pedagógicos.

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página