Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Mantida a quarentena no IBC até o dia 30 de junho
Início do conteúdo da página
Notícias

Mantida a quarentena no IBC até o dia 30 de junho

A decisão foi tomada na reunião realizada hoje (15) pelo Comitê Operativo de Emergência do Instituto (COE-IBC).

  • Publicado: Segunda, 15 de Junho de 2020, 11h13
  • Última atualização em Segunda, 15 de Junho de 2020, 11h24
Cartaz azul escuro com ilustracões estilizadas em vermelho do coronavírus.  Em letras brancas encontra-se escrito: COVID-19, informes sobre a quarentena.

 

O Comitê voltará a se reunir no próximo dia 30.  Como nas demais decisões, a manutenção ou não da quarentena estará em consonância com a situação da pandemia no estado e na cidade do Rio de Janeiro, o que inclui não só as orientações das autoridades de saúde específicas para as escolas como também os procedimentos adotados pelas instituições federais de ensino.

Enquanto isso, serão mantidos os trabalhos remotos para manter a Instituição em condições de responder a demandas burocráticas dos servidores, alunos e do próprio Ministério da Educação.  Dentre esses trabalhos, incluem-se  a confecção do planejamento estratégico do IBC com a análise dos resultados do questionário a comunidade; a implantação do processo eletrônico via SUAP, pelo pessoal da TI  e a avaliação dos livros do Programa Nacional do Livro Didático. 

"Lembramos também da consulta pública que se encontra aberta sobre o Plano de Dados Abertos do IBC e que espera pela participação de todos da instituição não só na resposta aos questionamentos  como também na divulgação para a comunidade externa participar", completou o diretor-geral João Ricardo Figueiredo.

O diretor ressaltou a importância do ciclo de conversas sobre os impactos do coronavírus nos membros de toda a comunidade do IBC  para aproximar a gestão de todos os segmentos do Instituto, facilitando a comunicação entre todos.  "Deveríamos ter começado a promover essas reuniões por videoconferência antes, mas infelizmente não pudemos, pois concentramos toda a nossa energia para resolver os problemas mais urgentes causados por essa pandemia que ninguém esperava.  Mas se não estávamos preparados para o início dela, não há porque não nos prepararmos para o seu final, independentemente de quando isso irá acontecer", disse João.  

Hoje (15), foi a vez de a equipe gestora ouvir os professores do DMR, do DPPE e do DTE; na quarta-feira que vem (17) a conversa será com os servidores do serviço de saúde (9h30) e com os médicos residentes (14h); na sexta-feira, fechando o ciclo, serão ouvidos os estagiários e os voluntários da Instituição. 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página