Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > IBC manifesta pesar pela morte do médico Luiz Carlos Silva
Início do conteúdo da página
Notícias

IBC manifesta pesar pela morte do médico Luiz Carlos Silva

Ele tinha 84 anos e  morreu em decorrência  de complicações causadas pela infecção por coronavírus.

  • Publicado: Quarta, 10 de Junho de 2020, 15h25
  • Última atualização em Quarta, 10 de Junho de 2020, 16h38
Arquibancada de estádio de futebol, setor azul. À esquerda, um homem moreno e grisalho posa sorridente e fazendo o gesto de "legal"com a mão fechada e o polegar em riste, ao lado de outro homem mais jovem, contudo também grisalho que, como o primeiro, também sorri para a foto.  Ambos vestem a camisa do Flamengo.
Apreciador do futebol, Dr. Luiz Carlosgostava de acompanhar os jogos do seu time do coracão — o Flamengo — ao lado do filho e colega de profissão, Luiz Fernando.

 

Dr. Luiz Carlos nasceu no Rio de Janeiro e entrou no serviço público federal em 1967.  Em 1993, com a iminência de extinção do órgão em que trabalhava — a Legião Brasileira de Assistência (LBA) — iniciou seu processo de redistribuição para outra instituição federal.  Na época, seu filho Luiz Fernando, recém-formado em medicina, fazia residência no IBC.  Influenciado pelo filho e abrindo mão de vencimentos mais vantajosos para si, Dr. Luiz Carlos escolheu ser redistribuído para o Benjamin Constant , o que aconteceu no dia 1º de janeiro de 1994.

"Ele era uma simpatia e muito elegante ao falar", lembra a professora Elise de Melo Borba Ferreira, diretora do Departamento de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão (DPPE). "Tive o prazer de revê-lo no Encontro de Residentes e Ex-Residentes do IBC, realizado em 2018. Um excelente profissional, carismático. Dava toda atenção aos alunos e amava a profissão. Na época era contratada e via a dedicação dele", completou a professora Rosane de Menezes Pereira, assessora do Gabinete da Direção-Geral, desejando sentimentos à família.

"Papai gostava demais do IBC.  Apesar do pouco tempo em que atuou na instituição, até se aposentar em 1996, ele fez muitos amigos", disse Luiz Fernando, segundo o qual o pai sofria de problemas no coração, o que o deixou ainda mais susceptível à ação do vírus.  Depois de mais de dez dias lutando para combater a infecção, o médico não resistiu, falecendo às 7 horas da manhã de hoje (10).  Além de Luiz Fernando, Dr. Luiz Carlos deixa a filha Isabella e a esposa Maria Isabel Andrade Silva, além de dois netos.

O enterro será amanhã, no Cemitério São João Batista, em Botafogo, com a presença de apenas quatro pessoas por causa da pandemia.

registrado em:
Fim do conteúdo da página