Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > IBC mantém quarentena até o final deste mês
Início do conteúdo da página
Notícias

IBC mantém quarentena até o final deste mês

A próxima reunião do Comitê Operativo de Emergência do IBC  será no próximo dia 22 e tratará dos protocolos de retomada das atividades.

  • Publicado: Sexta, 15 de Mai de 2020, 14h21
  • Última atualização em Sexta, 15 de Mai de 2020, 15h25

Por enquanto, dentro do que foi acordado com as empresas terceirizadas, o Instituto segue com os serviços de portaria, limpeza e manutenção funcionando.  Os revisores e transcritores retornaram ao trabalho de forma remota para evitar atrasos na produção dos livros do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). 

Os profissionais que atuam com tecnologia da informação (TI),  continuam a trabalhar remotamente, mas três funcionários terceirizados responsáveis pelo suporte aos computadores da Instituição voltaram ao trabalho para atender aos colegas que estão trabalhando no IBC.  Setores pontuais como a Divisão de Serviços Gerais e o almoxarifado foram reabertos para atenderem às necessidades de abertura de processos e dispensa de materiais que estão sendo utilizados pela manutenção.

O diretor-geral do IBC, João Ricardo Melo Figueiredo, solicitou aos diretores de departamentos que conversassem com suas equipes sobre as medidas que devem ser adotadas na reabertura do IBC.  "Estou preocupado em definir os protocolos que seguiremos no retorno às nossas atividades pedagógicas em uma situação de abrandamento da pandemia, mas não de cura.  É importante termos estas medidas bem definidas para que nossos alunos possam se sentir acolhidos e não afastados, levando em consideração de que o toque é fundamental no processo de ensino – aprendizagem deles", explicou.

João Ricardo informou também que daqui até o final do mês, o COE se reunirá duas vezes: a primeira, na próxima sexta-feira, dia 22, exatamente para discutir a estratégia de retorno; e a segunda, no dia 29 de maio, para decidir pela reabertura imediata da Instituição ou pela extensão da quarentena.   "O MEC publicou uma portaria determinando a volta às aulas no dia 16 de junho, mas temos primeiro que saber o que decidirão o prefeito Marcelo Crivela e o governador Witzel", concluiu o diretor.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página