Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Pianista Luiz Otávio Paixão toca suas composições no IBC
Início do conteúdo da página
Notícias

Pianista Luiz Otávio Paixão toca suas composições no IBC

Ex-aluno do IBC e músico profissional, Paixão (29) foi atração do dia, para comemorar os 165 anos do IBC.

  • Publicado: Segunda, 16 de Setembro de 2019, 20h17
  • Última atualização em Quarta, 18 de Setembro de 2019, 10h33
Marcelo Martins (flauta) e Luiz Paixão (piano) no palco do Teatro Benjamin Constant
Marcelo Martins (flauta) e Luiz Paixão (piano) no palco do Teatro Benjamin Constant

A assessora da direção-geral Maria da Glória de Souza Almeida, que é professora alfabetizadora, fez as honras da casa e apresentou o músico, o qual chamava de "meu pianista predileto", enquanto um jovem aluno. "Hoje o pianista está aqui conosco", foi a deixa para o artista que com 7 meses ingressou na Estimulação Precoce do IBC, para daí vencer todas as dificuldades que enfrenta uma pessoa cega.

Paixão trouxe junto seu colega de banda o saxofonista Marcelo Martins, que já tocou com famosos da música brasileira como Djavan e Gilberto Gil. No repertório que a dupla apresentou no palco do Teatro Benjamin Constant, composições presentes no CD de Luiz Otávio, lançado em 2017, denominado "Casa de Amigo". A plateia curtiu A voz do Milton; Um Baião de Dois Ouvidos; Olho Vivo, entre outras obras daquela produção, mais algumas inéditas autorais e clássicos instrumentais brasileiros.luizpaixopianista01

O diretor-geral Joáo Ricardo Melo Figueiredo e a chefe de gabinete Érica Deslandes também prestigiaram a apresentação. Na foto ao lado: Marcelo Martins, Luiz Paixão, Dilson Pereira, João Ricardo, Érica e Maria da Glória.

Os primeiros mestres

Luiz Otávio lembrou da participação dos professores de música do IBC: Rubem Bastos, Manoel Neves, Severino Campelo - já aposentados - e Claudia Sant'Anna na sua formação musical dentro do IBC. "Estudei 16 anos no IBC, de 1990 até 2002, fiz dois anos em escola particular e retornei em 2005 ao IBC e conclui a formação em 2007. Há 10 anos trabalho como músico", contou o pianista, enquanto conferia a afinação do instrumento com o Dilson Pereira, ex-servidor e atualmente voluntário no ensino da afinação de piano e noções do instrumento para os alunos em reabilitação. Luiz Otávio falou com carinho e gratidão: "este senhor já foi lá em casa afinar o meu piano, não esqueço".   

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página