Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Cursos de extensão > Iniciação às Técnicas de Leitura e de Escrita no Sistema Braille – Turma 1
Início do conteúdo da página

Iniciação às Técnicas de Leitura e de Escrita no Sistema Braille – Turma 1

Publicado: Quinta, 31 de Agosto de 2017, 10h48 | Última atualização em Sexta, 18 de Mai de 2018, 18h10 | Acessos: 2436

Público: Pessoas interessadas em conhecer o Sistema Braille.

Ementa: O instrumental necessário para a escrita em braille. Identificação e representação dos caracteres braille na leitura e escrita de textos. Simbologia matemática básica. Leitura e transcrição para o Sistema Braille.

Objetivo: Divulgar o Sistema Braille e transmitir conhecimentos básicos desse sistema que favoreçam a interação com pessoas com deficiência visual.

Importante: A carga horária do curso não contempla o ensino do braille através da leitura tátil.

Carga horária total: 40 horas/aula.

Pré-requisitos:
Para pessoas cegas: prévio domínio da leitura tátil.
Para pessoas com baixa visão: prévio domínio da leitura tátil ou ter acuidade visual suficiente para leitura do braille (ponto e interponto) em relevo; a DCRH não possui recursos ópticos para empréstimo ao cursista.

Nº de vagas: 25

Período do curso: de 01/03 a 05/04/2018

Horário: Terças e quintas-feiras, das 8 às 11:40 horas.

Período de pré-inscrição: de 01/12/2017 a 05/01/2018

Documentos obrigatórios:
Ficha de pré-inscrição preenchida na íntegra
Documento de identidade.
Certificado de conclusão do Ensino Fundamental.
Foto 3 x 4 recente

Leitura obrigatória: Orientações gerais para pré-inscrição em cursos/oficinas e outras informações importantes

Alojamento: Não será disponibilizado.

Para certificação: Frequência mínima de 75%, nota igual ou superior a 6,0 (seis) e entrega à DEA da avaliação de reação/satisfação identificada e preenchida.

Professora: Maria Luzia do Livramento

Breve currículo:
Graduada em Psicologia pelas Faculdades Integradas Celso Lisboa (1989). Fez o Curso Especialização de Professores na Área da Deficiência da Visão do Instituto Benjamin Constant (IBC) em 1990. Concluiu o Curso de Formação de Professores no Colégio Estadual Ignácio Azevedo do Amaral no ano de 1984. Foi revisora de textos em braille, nos períodos de 1993/2001 e 2004/2009 no IBC. Foi revisora de textos em braille na Associação Macaense de Apoio aos Cegos no período de 2002/2003. Atualmente é professora de braille do Instituto Benjamin Constant, aprovada no concurso público de 2009.

Programa:
1. Breve histórico do Sistema Braille.
2. Instrumentos utilizados para a escrita.
3. O Sistema Braille.
4. Transcrição de palavras e frases.
5. Simbologia matemática.
      - numerais: indo-arábicos e romanos.
      - representação de datas.
      - representação das quatro operações fundamentais.
6. Leitura de pequenos textos sem interponto.

Metodologia: Aulas teóricas e práticas. Será utilizado nas atividades de leitura e de escrita, assim como nas avaliações, apenas o sistema braille em relevo.

Avaliação: Contínua (2 trabalhos escritos e 2 de leitura realizados ao longo curso).

Bibliografia:

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Grafia Braille para a Língua Portuguesa. Brasília: SEESP, 2006.
Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/textosbraile.pdf>.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Normas Técnicas para a Produção de Textos em Braille. Brasília: SEESP, 2006.
Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/textosbraile.pdf>.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Código Matemático Unificado para a Língua Portuguesa – CMU. Brasília: SEESP, 2006.

Fim do conteúdo da página