Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Cursos de extensão > Oficina: Introdução à Grafia Química Braille
Início do conteúdo da página

Oficina: Introdução à Grafia Química Braille

Publicado: Quinta, 31 de Agosto de 2017, 10h31 | Última atualização em Sexta, 18 de Mai de 2018, 18h25 | Acessos: 2888

Público: Professores e graduandos de Ciências, Biologia ou Química; Transcritores braille.

Ementa: Histórico do Sistema Braille no Brasil e a origem da Grafia Química Braille. Simbologia e escrita em braille dos elementos químicos, moléculas, reações, íons, ligações químicas e cadeias de carbono. Reações químicas no software Braille Fácil.

Objetivo: Propiciar aos participantes conhecimentos básicos de como escrever e ler reações químicas em braille.

Atenção: O Programa Braille Fácil tem limitações que não permitem o uso de programas de acessibilidade com a eficiência necessária para a realização das tarefas propostas nesta oficina.

Carga horária total: 16 horas/aula.

Pré-requisitos: Não há.

Nº de vagas: 15

Período da oficina: de 08 a 09/10/2018

Horário: de 8 às 16:30 horas.

Período de pré-inscrição: de 09/07 a 10/08/2018

Documentos obrigatórios:
Ficha de pré-inscrição preenchida na íntegra
Documento de identidade.
Certificado de conclusão de curso nas áreas de Ciências, Biologia ou Química ou declaração da Instituição de que é aluno regularmente matriculado em curso destas áreas ou certificado de curso de Transcrição Braille.
Foto 3 x 4 recente 

Leitura obrigatória: Orientações gerais para pré-inscrição em cursos/oficinas e outras informações importantes

Alojamento: Será disponibilizado alojamento aos participantes previamente autorizados. Ler o item “Leitura obrigatória”.

Para certificação: Frequência integral e entrega à DEA da avaliação de reação / satisfação identificada e preenchida.

Professor: Aires da Conceição Silva.

Breve currículo:
Licenciado em Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, 2007), Mestre (2010) e Doutor (2013) em Ciências, em Química, pela mesma instituição, professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico/Química do Departamento Técnico Especializado (DTE), lotado na Divisão de Pesquisa e Produção de Material Especializado (DPME), atuando também como professor no Departamento de Educação (DED), ambos do Instituto Benjamin Constant. Atual chefe da DPME.
Link do currículo Lattes:
http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4744475E7

Programa:
1. Breve histórico do Sistema Braille.
2. Grafia Química Braille.
       - Representação dos elementos químicos e substâncias.
       - Número atômico e número de massa.
       - Reações químicas.
       - Cátions e Ânions.
       - Distribuição eletrônica em subcamadas e camadas.
       - Ligações químicas.
       - Química orgânica (cadeias abertas e fechadas).
3. Representação de reações químicas no Braille Fácil.

Metodologia: Aulas teóricas e práticas.

Avaliação: Não há.

Bibliografia:
BRASIL. Ministério da Educação. Grafia Química Braille para uso no Brasil, 2ª edição. Ministério da Educação – Secretaria de Educação Especial. Brasília, 2011.

______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Normas Técnicas para a Produção de Textos em Braille. Brasília: SEESP, 2006.
Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/textosbraile.pdf>.
______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Código Matemático Unificado para a Língua Portuguesa – CMU. Brasília: SEESP, 2006.
______. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Grafia Braille para a Língua Portuguesa. Brasília: SEESP, 2006.
Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/textosbraile.pdf>.

Fim do conteúdo da página