Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Cursos de extensão > Curso de Revisão de Textos em Braille
Início do conteúdo da página

Curso de Revisão de Textos em Braille

Publicado: Segunda, 12 de Setembro de 2016, 15h23 | Última atualização em Terça, 20 de Junho de 2017, 10h20 | Acessos: 2408

Período do curso: de 06 a 17/06/2016. 

Período de inscrições: de 07/03 a 08/04/2016.

Público: Pessoas com interesse na área de revisão de textos em braille.

Horários: de segunda a quinta-feira das 8 às 17 h e sexta-feira das 8 às 11:30 h.

Ementa: Noções gerais sobre o processo de produção braille. Breve atualização dos conteúdos dos documentos normativos, trabalhando os conceitos e normas técnicas de aplicação dos símbolos mais usados e as peculiaridades do trabalho de revisão de textos em braille.

Carga horária total: 80 horas/aula.

Pré-requisito: Ensino Médio completo; domínio da Língua Portuguesa escrita e falada; domínio do Sistema Braille e desenvoltura na leitura tátil. 

Nº de vagas: 20

Documentos obrigatórios:

Ficha de Pré-Inscrição preenchida na íntegra. Download da ficha de pré-inscrição.
Documento de identidade
Certificado de conclusão de curso de Ensino Médio ou de graduação ou, ainda, declaração da instituição de que é aluno regularmente matriculado em curso de graduação;
Foto 3 x 4 recente (apresentar no 1º dia de aula)

LEITURA OBRIGATÓRIA: Orientações para inscrição e outras informações importantes.

Alojamento: 02 vagas para cursistas homens e 07 vagas para cursistas mulheres com direito a acompanhante do mesmo sexo.

Para certificação: frequência mínima de 80% e média (nota final) igual ou superior a 6,0 (seis).

Taxa de material: R$ 30,00

Professoras da disciplina: Maria Luzia do Livramento e Paula Marcia Barbosa.

Breve currículo
Maria Luzia do Livramento – Graduada em Psicologia pelas Faculdades Integradas 
Celso Lisboa (1989). Concluiu o Curso de Formação de Professores no Colégio Estadual Ignácio Azevedo do Amaral no ano de 1984. Fez o Curso Especialização de Professores na Área da Deficiência da Visão do IBC em 1990. Foi revisora Braille, nos períodos de 1993 a 2001 e 2004 a 2009, no IBC. Foi revisora Braille na Associação Macaense de Amparo aos Cegos no período de 2002 a 2003. Atualmente é professora de Braille do Instituto Benjamin Constant, aprovada no concurso público de 2009.

Paula Marcia Barbosa – Graduada em Matemática e pós-graduada em docência superior; especialista na área da deficiência visual. Atuou como docente no IBC de 1982 até 2009, lecionando no primeiro segmento do ensino fundamental (EF) e também, geometria no segundo segmento do EF. Atuou como coordenadora de adaptação de livros didáticos em Braille, no Departamento Técnico-Especializado (DTE) e é professora de cursos de capacitação de professores na área de adaptação de materiais e de produção de livros didáticos em braille e do Curso de Qualificação de Professores na Área da Deficiência da Visão.

Programa

Unidade I
1. Breve histórico do processo de produção braille no IBC
2. Etapas da produção de livros em braille 
3. Diferentes modalidades de aplicação do Sistema Braille
4. Documentos normatizadores do uso do braille no Brasil
5. Visita à Imprensa Braille – DIB

Unidade II
1. Atualização da Grafia Braille para a Língua Portuguesa
1.1 Conceitos básicos 
1.2 Norma de aplicação dos símbolos mais usados

Unidade III
1. Aplicação do Sistema Braille à matemática
1.1 Apresentação dos principais itens e suas aplicações

Unidade IV
2. Normas técnicas para transcrição em braille
2.1 Considerações gerais
2.2 Apresentação dos principais itens e suas aplicações

Unidade V
1. Revisão de textos em braille
1.1 O papel do revisor
1.2 Atividades práticas

Metodologia: aulas teóricas e práticas.

Avaliações: duas atividades práticas de revisão.

Bibliografia
Grafia Braille para a Língua Portuguesa, 2ª edição. Ministério da Educação – Secretaria de Educação Especial. Brasília, 2006.

Normas Técnicas para a Produção de Textos em Braille, 2ª edição. Ministério da Educação – Secretaria de Educação Especial. Brasília, 2006.

Código Matemático Unificado para a Língua Portuguesa – CMU. Ministério da Educação – Secretaria de Educação Especial. Brasília, 2006.

Fim do conteúdo da página