Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Notícias

Evento de massoterapia tem palestra de professora e premiação para o IBC

O 1° Seminário Brasileiro de Massoterapia aconteceu nos dias 28 e 29 de setembro, no campus da Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO), em Niterói.

  • Publicado: Terça, 09 de Outubro de 2018, 14h41
  • Última atualização em Terça, 09 de Outubro de 2018, 15h35
  • Acessos: 585

O evento foi realizado pela Federação dos Massoterapeutas do Brasil (FMB) e pela Coordenação de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde, da Fundação Municipal de Saúde de Niterói, e teve como público-alvo os profissionais massoterapeutas. O objetivo foi discutir as perspectivas das técnicas de massagens e suas aplicações no campo da saúde, assim como sobre as possibilidades de atuação para o desenvolvimento profissional.

No Instituto Benjamin Constant (IBC) foi representado pela professora do Curso Técnico de Massoterapia, Cleia Pereira, e pela coordenadora do Curso, Márcia Lins Abade. No dia 28, a professora Cleia ministrou a palestra que teve como tema "A importância do Curso Técnico de Massoterapia para Deficientes Visuais", dentro da programação da mesa-redonda que tratou sobre Especialização: ferramenta para o desenvolvimento técnico-profissional, onde apresentou o histórico do curso no IBC. Em 1932, teve início o Curso de Massagem no Instituto; em 1952, o curso foi reconhecido oficialmente, com certificação registrada, pelo Serviço Nacional de Fiscalização de Medicina; em 1987, com o objetivo de profissionalizar as pessoas com deficiência visual que tivessem interesse na área, criou-se o Curso de Qualificação em Massoterapia, com reconhecimento pela Secretaria do Estado do Rio de Janeiro, sendo pioneiro no Brasil; e em 2013, passou a ser Curso Técnico em Massoterapia, sendo oferecido pelo IBC em parceria com o Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ).

Na palestra, a professora apresentou também a história de sucesso de ex-alunos do IBC, como Leandro Torres que já concluiu o curso, atende em clínica própria e, hoje, está cursando Fisioterapia. Para Cleia, "a importância do curso não é só inclusão, mas mostra a competência da pessoa com deficiência visual que tem sido reconhecida e valorizada como massoterapeuta".  

 

Palestra da professora Cleia Pires no SEBRAM

Prof Cleia e ex aluno Leandro Torres

 

 

 

 

 

 

 

 

 Professora Cleia Pereira em palestra.              O ex-aluno Leandro Torres e a professora Cleia.

 

PrmioE, no dia 29, a Organização do evento preparou um momento de homenagens à personalidades que têm atuação importante no sucesso da Massoterapia como profissão.

A professora Márcia Lins recebeu o Prêmio Ambroise Paré pelas mãos do professor Rogério Pires, presidente da Associação Brasileira de Massoterapia Clínica (ABRAMC), pela atuação do IBC enquanto formador de Técnicos em Massoterapia pelo curso que oferece em parceria com o IFRJ.

Paralelamente ao Seminário, aconteceu também o 1° Encontro sobre a Prática de Terapias por Massagem no SUS, que discutiu os avanços e dificuldades na implantação e implementação da massoterapia como política de saúde, na atenção básica e hospitalar.

 

 

 

Fim do conteúdo da página