Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Notícias

Evento discute os desafios da educação e reabilitação de pessoas com baixa visão

O I Encontro de Baixa Visão do IBC e o VIII Congresso de Visão Subnormal da Sociedade Brasileira de Visão Subnormal acontecem simultaneamente no Instituto Benjamin Constant, hoje (9) e amanhã.

  • Publicado: Sexta, 09 de Junho de 2017, 11h16
  • Última atualização em Sexta, 09 de Junho de 2017, 11h23
  • Acessos: 513
O coordenador médico do Setor de Baixa Visão do IBC, Helder da Costa Filho, dá palestra sobre a importância do esporte na reabilitação de pessoas com deficiência visual.

O evento duplo é voltado a médicos e profissionais que atuam nas mais diversas áreas de atendimento às pessoas com deficiência visual, como professores, assistentes sociais, psicólogos, terapeutas ocupacionais, entre outros. 

A abertura foi às 9 horas. Participaram dela, representando o Instituto Benjamin Constant, o diretor-geral, João Ricardo Melo Figueiredo; a diretora do Departamento de Estudos e Pesquisas Médicas e de Reabilitação, Rosane de Menezes Pereira; o chefe da divisão da Pesquisa e Atendimento Médico, Odontológico e Nutricional, Rogério Neurauter, além do  responsável médico e da coordenadora do Setor de Baixa Visão, Helder da Costa Filho e Regina Chimenti.

Já a Sociedade Brasileira de Visão Subnormal foi representada pelo médicos Evandro Lopes de Araújo, Valdete Fraga e Marcos Sampaio - respectivamente presidente, tesoureira e membro efetivo do Conselho Consultivo da Instituição.

Entre as autoridades presentes estava também a médica Maria Aparecida Onuki Haddad, coordenadora do Setor de Visão Subnormal da Clínica Oftalmológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade do Estado de São Paulo (USP).

O presidente da SBVS, Evandro de Araújo, que também atua no Setor de Baixa Visão do IBC, conduziu pessoalmente os trabalhos, não sem antes agradecer o apoio de todos os que contribuíram para a realização dos dois eventos simultâneos. “Mais uma vez é com muita alegria que estamos aqui, contribuindo para dar maior dignidade às pessoas com visão subnormal através do compartilhamento de informações e experiências”, disse.

O diretor-geral do IBC, enfatizou a importância do evento que, segundo ele, já se consolidou como sendo um dos mais relevantes do País, dada a repercussão que tem no atendimento às pessoas com baixa visão. “O Instituto Benjamin Constant espera estar cada vez mais junto da Sociedade Brasileira de Visão Subnormal para trabalharmos por uma inclusão mais efetiva, na sociedade e em especial no mundo do trabalho, das pessoas com baixa visão”, concluiu.

O oftalmologista Hélder Alves da Costa Filho abriu os trabalhos com a palestra “A importância do esporte como agente de reabilitação do indivíduo com deficiência visual”. Em seguida, foram realizados os dois primeiros módulos simultâneos: um para os médicos (Abordagem Oftalmológica na Baixa Visão I) e outro para os demais profissionais (Desafios na Reabilitação I).

À tarde, foram realizados mais quatro módulos: Abordagem Oftalmológica na Baixa Visão II e III (para os médicos) e Desafios na Reabilitação Visual II e Ações Educacionais na Deficiência Visual (para os demais participantes).

Tanto o Encontro quanto o Congresso prosseguem neste sábado durante todo o dia, com a discussão de temas como: tecnologia assistiva, deficiência múltipla e surdocegueira, além de outros bem específicos na área de oftalmologia, incluindo relatos de casos clínicos.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página