Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

O Encaminhamento do Deficiente Visual ao Mercado de Trabalho

Publicado: Quinta, 17 de Novembro de 2016, 10h20 | Última atualização em Quinta, 17 de Novembro de 2016, 10h20 | Acessos: 15223

O encaminhamento do deficiente visual ao mercado de trabalho

Este estudo faz um levantamento de um conjunto de diversas profissões que podem ser exercidas pelas pessoas cegas e de visão subnormal, especificando pré-requisitos e atribuições das mesmas, visando auxiliar no encaminhamento profissional do portador de deficiência visual ao mercado de trabalho; faz menção aos atuais recursos ópticos e técnicos que podem ser utilizados na facilitação do desempenho funcional do deficiente visual; obedece a objetivos específicos e princípios metodológicos e apresenta sugestões e recomendações para viabilização das propostas encaminhadas no estudo.

Apresentação

A dificuldade de colocação profissional, que hoje é enfrentada por uma parcela significativa de brasileiros, com relação ao deficiente visual é agravada pela infundada crença da maioria dos empregadores ao considerarem que a deficiência afeta todas as funções do indivíduo. Além disso, desconhecendo as diversas atividades possíveis de serem realizadas pelo deficiente, receiam dificuldades de integração com o grupo de trabalho, temem a ocorrência de acidentes e preocupam-se com o custo de adaptações e aquisição de equipamentos especiais.

Outro fator primordial é a falta de qualificação profissional de considerável número de deficientes visuais, ocasionada pela ausência de ações voltadas para a preparação profissional dos deficientes, e pela dificuldade de acesso dos mesmos aos cursos existentes.

No decorrer do tempo, as autoridades vêm se preocupando com a problemática do desemprego no que tange ao deficiente; neste contexto, o Instituto Benjamin Constant não poderia se eximir, uma vez que lhe compete, entre outras atribuições, promover o encaminhamento profissional da pessoa portadora de cegueira ou de visão subnormal e desenvolver programas de divulgação e intercâmbio de experiências e inovação na área do atendimento da pessoa deficiente visual.

A partir das premissas acima, foi criado, no âmbito do Departamento Técnico-Especializado do Instituto Benjamin Constant, através da Portaria/IBC nº l39, de 27/11/95, um grupo de trabalho interdisciplinar composto de dois (02) psicólogos, um (01) assistente social e um (01) professor especializado em reabilitação, com a finalidade de proceder a um estudo voltado para a preparação e encaminhamento profissional das pessoas deficientes visuais.

Na realização deste estudo, foram analisadas cerca de 440 profissões de diversos níveis de escolaridade e qualificações profissionais. Como resultado, obteve-se a indicação de 95 ocupações, compatíveis com o desempenho das pessoas deficientes visuais, bem como os respectivos pré-requisitos, a condição visual para a sua execução e a síntese das atribuições. Além destas, são apontadas diversas profissões autônomas nas áreas rural, artesanal, de produtos caseiros, industrial e comercial. São indicados cursos complementares que habilitam ao exercício profissional e à abertura do próprio negócio. Ações práticas para viabilizar a execução das propostas apresentadas são também sugeridas.

Na análise das profissões foram considerados, como elemento facilitador no desempenho de funções compatíveis com a deficiência visual, os atuais recursos ópticos, técnicos e ambientais disponíveis no mercado, graças ao desenvolvimento da ciência e da tecnologia.

Ao realizar o presente trabalho, o grupo designado preocupou-se em congregar, em um único documento, todo um universo de informações referentes à preparação e encaminhamento profissional das pessoas deficientes visuais, objetivando oferecer aos serviços que atuam nessa área instrumento para minimizar as dificuldades encontradas, bem como esclarecer e orientar os empregadores quanto à capacidade produtiva dos deficientes visuais.

O grupo deixa aqui expresso o seu reconhecimento a todas as pessoas que, indiretamente, colaboraram na realização deste trabalho.

Objetivos


Os objetivos do presente trabalho são:

  1. propiciar o desenvolvimento de ações destinadas à preparação para o trabalho;
  2. diversificar o campo de atuação das pessoas deficientes visuais no mercado de trabalho;
  3. divulgar material a ser utilizado como elemento facilitador na preparação e encaminhamento profissionais;
  4. esclarecer e orientar os empregadores com relação às reais potencialidades dos deficientes visuais;
  5. facilitar o encaminhamento das pessoas portadoras de deficiência visual ao mercado de trabalho.

Metodologia

O estudo foi executado de acordo com as seguintes estratégias preconizadas no projeto e com as alterações que se fizeram necessárias:

  • contatos com serviços que atuam na área de encaminhamento profissional de deficientes, objetivando obter informações referentes à situação atual da colocação dos mesmos no mercado de trabalho;
  • contatos com empresas que atuam na área de seleção e encaminhamento profissionais, objetivando a coleta de dados referentes às profissões requisitadas atualmente pelo mercado de trabalho e descrição das atividades e exigências de cada profissão;
  • pesquisa das vagas de emprego oferecidas pelas empresas em jornais de grande circulação na cidade do Rio de Janeiro;
  • contatos com profissionais, deficientes visuais ou não, que atuam no mercado de trabalho, a fim de obter informações a respeito das atividades por eles desenvolvidas;
  • análise das tarefas que compõem as funções oferecidas e compatibilização das mesmas com as possibilidades de atuação das pessoas deficientes visuais. Na execução desta etapa, fez-se necessário contato com empresas para avaliar a eficiência do deficiente visual no desempenho das tarefas exigidas no exercício de determinada profissão.

Para a realização do presente trabalho foram considerados os conceitos de cegueira e de visão subnormal, que constam no item seguinte.

Considerações teóricas

“A cegueira total ou simplesmente amaurose, pressupõe completa perda de visão. A visão é nula, isto é, nem a percepção luminosa está presente” (1). Assim sendo, a pessoa cega utiliza-se do Sistema Braille para realizar a comunicação escrita.

“Visão subnormal é uma perda significativa da visão que não pode ser corrigida por tratamento clínico ou cirúrgico nem por óculos convencionais. O portador de visão subnormal, dependendo da patologia, apresenta comprometimentos relacionados à diminuição da acuidade visual e/ou campo visual, à adaptação à luz e ao escuro e à percepção de cores”(2). Entende-se por acuidade visual “uma medida da capacidade de distinguir claramente os mínimos detalhes” e, por campo visual, “a área do espaço físico visível quando o corpo, a cabeça e os olhos estão numa posição estacionária, frente ao estímulo observado” (3).

No entanto, “as medidas de acuidade visual não têm um valor fixo, mas podem diferir entre indivíduos com condições semelhantes nos olhos, e ainda no mesmo indivíduo em situações variadas” (4).

Com base nesse preceito, grande número de oftalmologistas, educadores e outros profissionais, que atuam no atendimento à clientela de visão subnormal, têm evidenciado as possibilidades de maior eficiência no funcionamento visual com utilização máxima da visão remanescente. A prática vem comprovando que o portador de visão subnormal pode, através da utilização máxima da sua visão remanescente e de recursos ópticos e não ópticos, ter um melhor desempenho nas suas atividades. Devemos salientar, todavia, que nem todos os portadores de visão subnormal necessitam de recursos ópticos, podendo utilizar-se de recursos técnicos e complementares. A utilização de recursos ópticos dependerá da necessidade individual.

Convém acrescentar que, para as pessoas portadoras de visão subnormal, o fator mais importante de auxílio é o de magnificação da imagem, possível graças aos diversos recursos conhecidos.

(1) ROCHA, H. e outros. Ensaio Sobre a Problemática da Cegueira.

(2) CARVALHO, K.M.M. e outros. Visão Subnormal - Orientação ao Professor do Ensino Regular.

(3) REVISTA BENJAMIN CONSTANT nº 01.

(4) BARRAGA, N.C. Programa para Desenvolver a Eficiência no Funcionamento Visual.

Recursos ópticos, técnicos e complementares

Os principais recursos disponíveis para facilitar o desempenho do deficiente visual (cego ou de visão subnormal) são:

a) Recursos ópticos

– Telessistemas - magnificam a imagem de longe e reduzem o campo visual. Úteis para observação estática.

– Lentes asféricas - diminuem as aberrações das lentes de graus mais elevados, utilizados na visão de perto e de longe.

– Lupas manuais e réguas plano-convexas - são compostas por lentes convergentes de diversos formatos e capacidade de aumento. Quanto mais perto do olho a lupa estiver, maior é o campo visual e vice-versa.

– Lupas de mesa com iluminação - são lentes convexas montadas num suporte que fixa a distância entre a lente e a folha ou o objeto a ser visualizado.

– CCTV - (sistema de circuito fechado de televisão) aumenta os ortóptipos de leitura e escrita até 60 vezes, podendo variar o contraste. É útil para quem necessita de maior distância para ler, escrever, desenhar ou datilografar.

b) Recursos técnicos

– Sistema sonoro de comunicação com o microcomputador - no Brasil, o sistema mais utilizado é o DOSVOX, desenvolvido pelo Núcleo de Computação Eletrônica da UFRJ.

– DOSVOX - sistema destinado a auxiliar o deficiente visual no uso de microcomputadores da linha PC, através de sintetizador de voz. O DOSVOX possui as seguintes ferramentas computacionais:

–sintetizador de voz de bolso para microcomputador que permite ao deficiente visual ter acesso a qualquer computador compatível com IBM-PC, mesmo que ele não possua placa de som;

– sistema operacional complementar ao DOS, destinado a produzir saída sonora;

– sistema de fala em língua portuguesa;

– editor e leitor de textos;

– diversos programas de uso geral para o cego, como, por exemplo, caderno de telefones, agenda de compromissos, calculadora, etc.;

– ampliador de tela para o DOS;

– programa de telecomunicações, que permite ao deficiente visual transmitir informações e/ou arquivos para uma outra pessoa, computador ou fax, através de linha telefônica. Pode-se também ter acesso à Rede Internet gratuitamente através da Rende - Rede Nacional de Deficientes (em acordo com a Rede Nacional de Pesquisas).

– impressora braille - periférico que imprime textos em braille.

– scanner - periférico que decodifica impressos em escrita comum, permitindo ao deficiente ler textos que tenham sido digitalizados para o disco rígido ou disquete.

– Braille n’speak - aparelho portátil que funciona como agenda eletrônica, editor de textos e cronômetro. Conectado a um PC, funciona como sintetizador de voz, transmite e recebe arquivos. Acoplado a uma impressora comum ou Braille, imprime textos armazenados.

– calculadora sonora - anuncia os números, as funções e os resultados das operações efetuadas.

– estante para leitura - suporte de mesa que permite ajustar a distância e o ângulo adequados para a leitura de livros, textos, etc.

– caneta óptica - dispositivo artesanal montado em caneta Pilot, contendo célula fotoelétrica e circuito que transforma a luminosidade em som emitido por pequeno alto-falante. Útil para detecção de luz.

c)Recursos complementares:

– reglete, punção, máquina PERKINS, réguas e metros adaptados, sorobã;

– máquina de datilografia com tipo ampliado;

– caneta de ponta porosa, lápis de escrever 6B, suporte para leitura, etc.;

– cadernos e papéis com pautas especiais, letras ampliadas e cores contrastantes;

– controle da iluminação ambiental: aumentando-se ou diminuindo-se focos luminosos para objetos, folhas de trabalho, textos, etc.;

– transmissão da luz, com auxílio de lentes absortivas e filtros que diminuem o ofuscamento e aumentam o contraste.

Recomendações

Para viabilizar a execução das propostas aqui apresentadas, recomenda-se o seguinte:

a) criação de uma equipe técnica interdisciplinar (psicólogo, assistente social, professor, orientador vocacional) conhecedora das potencialidades e limitações das pessoas deficientes visuais;

b) realização de cadastramento das pessoas portadoras de deficiência visual, contendo informações a respeito da formação, aptidão, interesse e experiência profissional das mesmas;

c) contato com as empresas, objetivando:

– verificar se a empresa possui, em seu quadro, um histórico de aproveitamento de deficientes visuais;

– ouvir e esclarecer as preocupações dos empregadores quanto à contratação ou manutenção de pessoas deficientes visuais no emprego;

– realizar o levantamento das vagas existentes e analisar os requisitos de emprego e as condições de trabalho;

– verificar dentre as vagas oferecidas aquelas compatíveis com as possibilidades de atuação das pessoas deficientes visuais;

– orientar os empregadores quanto às possíveis aquisições, adaptações e utilização de recursos técnicos, ópticos e ambientais que facilitam o desempenho do deficiente visual no exercício de uma função;

– divulgar junto aos empregadores a efetiva capacidade profissional das pessoas deficientes visuais.

– pré-seleção dos candidatos que preencham o perfil exigido para a vaga oferecida;

– encaminhamento dos candidatos para avaliação na empresa;

– apoio técnico na fase de adaptação do deficiente visual na empresa e consequente acompanhamento no decorrer do processo;

– indicação e/ou organização de cursos voltados para a formação e qualificação profissional;

– indicação e/ou organização de cursos e/ou palestras complementares sobre noções de apresentação pessoal, relacionamento interpessoal, responsabilidade, pontualidade, produtividade, legislação trabalhista, hierarquia, direitos e deveres;

– realização de pesquisa de mercado voltada para a realidade local;

– orientação à pessoa que pretende atuar como autônoma ou abrir seu próprio negócio;

– contato com serviços que atuam no encaminhamento profissional de deficientes visuais a fim de promover o desenvolvimento de ações integradas.

Conclusão

O portador de deficiência é uma pessoa como as demais, com preferências, habilidades, aptidões, dificuldades, interesses e capacidade produtiva. Necessita apenas de oportunidade para desenvolver suas potencialidades.

No campo da atividade profissional no Brasil, seja na área comercial, industrial ou rural, existem profissões compatíveis com o desempenho do deficiente visual, nos diversos níveis de formação. Tais profissões podem ser exercidas pelo deficiente na qualidade de empregado, profissional autônomo ou como empresário.

Convém ressaltar a importância do desenvolvimento de ações voltadas para a preparação para o trabalho. Se a pessoa que está ingressando no mercado de trabalho não adquiriu a experiência profissional normalmente exigida, a habilitação torna-se imprescindível. Estas ações podem ser desenvolvidas tanto a nível de organização de cursos quanto de encaminhamento para os já existentes no mercado.

Ao concluir este estudo, espera-se propiciar aos serviços, que atuam na área de encaminhamento profissional, o desenvolvimento de ações práticas que permitam ao deficiente visual conquistar seu direito ao trabalho e, consequentemente, atingir sua independência financeira, auto-realização e integração social.

Este não é um trabalho acabado, devendo o mesmo ser aperfeiçoado. O grupo está, portanto, aberto a sugestões e críticas.

Seguem três anexos: o primeiro traz uma lista das ocupações compatíveis com o desempenho de pessoas deficientes visuais, os respectivos pré-requisitos, condição visual necessária para a execução das tarefas e síntese das atribuições; o segundo lista algumas profissões autônomas compatíveis com o desempenho das pessoas cegas e de visão subnormal; por fim, a relação de algumas instituições que oferecem cursos de habilitação e qualificação profissional, por área de atuação.

Ocupações compatíveis com o desempenho de deficientes visuais

PROFISSÃO

PRÉ-REQUISITOS

CONDIÇÃO VISUAL

SÍNTESE DAS ATRIBUIÇÕES

Advogado

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação Usuário de microcomputador Domínio de um sistema de comunicação sonora com o microcomputador

Cego e Visão Subnormal

Emite pareceres sobre aspectos jurídicos Exerce advocacia preventiva e corretiva Realiza estudos especializados sobre temas e problemas jurídicos relevantes.

Afinador de Piano

Primeiro grau incompleto Curso de Afinação de Piano Habilidade manual, musicalidade,percepção auditiva e persistência

Cego e Visão Subnormal

Afina o piano numa seqüência padrão Realiza pequenos consertos e regulagens Cuida da limpeza, lubrificação e troca de cordas e peças

Ajudante de Bombeiro Hidráulico

Primeiro grau incompleto Curso de Bombeiro Hidráulico

Visão Subnormal

Auxilia na instalação e reparo de rede de água , esgoto e gás Conserta e instala torneiras, ralos, bombas, fogões, aquecedores, etc.

Ajudante de Caminhão

Primeiro grau incompleto

Visão Subnormal

Carrega, transporta e descarrega materiais diversificados

Ajudante de Carpintaria

Primeiro grau incompleto Curso de Carpinteiro Habilidade manual

Visão Subnormal

Auxilia na construção, montagem e reparo de portas, janelas, venezianas, batentes, bancos, portões e outras peças de madeira

Ajudante de Cozinha

Primeiro grau incompleto Curso de Auxiliar de Cozinha

Cego e Visão Subnormal

Auxilia os cozinheiros no preparo das refeições, executa serviços gerais de limpeza
Pode auxiliar no descarregamento dos gêneros alimentícios

Ajudante de Eletricista de Baixa Tensão

Primeiro grau incompleto Curso de Eletricidade Básica

Visão Subnormal

Auxilia na conservação e reparo das instalações de luz e ligações de equipamentos elétricos de pequeno porte Instala tomadas, interruptores, pontos de pequeno porte e faz ligações de equipamentos diversos Pesquisa defeitos, substituindo fios e cabos danificados

Ajudante de Eletricista de Manutenção Industrial

Primeiro grau incompleto Curso de Eletricista Industrial

Visão Subnormal

Auxilia na conservação e reparo das instalações elétricas Substitui fios e cabos ou instalações defeituosas Limpa e lubrifica equipamentos elétricos

Ajudante de Eletricista de Veículos

Primeiro grau incompleto Curso de Eletricista de Veículos

Visão Subnormal

Auxilia na execução de serviços de montagem, reparos e ajuste no sistema elétrico dos veículos

Ajudante de Garçom

Primeiro grau incompleto Curso de Auxiliar de Garçom.

Visão Subnormal

Auxilia na arrumação de mesas, na limpeza e arrumação de refeitórios e nos trabalhos de copa e cozinha

Ajudante de Jardineiro

Primeiro grau incompleto Curso de Jardineiro

Cego e Visão Subnormal

Auxilia no preparo do terreno para plantio Capina os canteiros cultivados e poda árvores Conserva as áreas ajardinadas

Ajudante de Marceneiro

Primeiro grau incompleto Curso de Marceneiro

Visão Subnormal

Auxilia na construção e reparo de móveis e outras peças de madeira Raspa, dá polimento, enverniza e coloca ferragens em móveis e outras peças de madeira

Ajudante de Mecânico de Refrigeração (industrial ou doméstica)

Primeiro grau incompleto Curso de Mecânico de Refrigeração

Visão Subnormal

Auxilia na conservação e no reparo em instalações de aparelhos e sistemas de refrigeração

Ajudante de Padeiro

Primeiro grau incompleto Curso de Padeiro.

Visão Subnormal

Auxilia na fabricação de pães, bolos, tortas etc. Cuida da manutenção e limpeza de fornos, tabuleiros, etc.

Ajudante de Pedreiro

Primeiro grau incompleto Curso Básico de Pedreiro

Visão Subnormal

Prepara concreto para construção de lajes, vigas, pisos, bases e fundações Assenta tijolos e auxilia na instalação de aparelhos sanitários Executa demolições de obras de alvenaria

Ajudante de Pedreiro de Refratários

Primeiro grau incompleto Curso Básico de Pedreiro

Visão Subnormal

Auxilia na colocação de ladrilhos ou blocos refratários Corta tijolos, prepara massa e coloca ferragens nos fornos

Almoxarife

Primeiro grau completo Curso de Almoxarife Capacidade de organização Noções básicas no uso do microcomputador

Visão Subnormal

Recebe, confere e despacha requisições de materiais Supervisiona diretamente os auxiliares de almoxarifado

Analista de Cargos e Salários Júnior

Superior incompleto Curso na área de custos Usuário de microcomputador

Cego e Visão Subnormal

Analisa o desempenho do funcionário e sua respectiva retribuição salarial

Analista de Custos

Curso superior completo Curso na área de custos Facilidade para cálculos Usuário de microcomputador

Visão Subnormal

Calcula o custo final do produto através do gasto de matéria prima, da mão-de-obra e do tempo utilizado

Analista de Sistemas

Curso superior completo na área de ciências exatas Treinamento em linguagem de computação Experiência em operação de computadores Domínio de um programa de sintetizador de voz

Cego e Visão Subnormal

Define e programa sistemas Analisa a performance dos sistemas Avalia o ambiente do usuário Soluciona os problemas apresentados Supervisiona o trabalho dos programadores

Analista Financeiro

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação Usuário de microcomputador

Visão Subnormal

Planeja, coordena, acompanha, analisa e efetua estudos e previsões de natureza financeira Desenvolve programas de assessoria financeira para a Administração

Apontador de Cartão de Ponto

Primeiro grau incompleto Capacidade de organização

Visão Subnormal

Efetua controle das horas de trabalho (atrasos, faltas, horas extras, férias e percentagem noturna a pagar)

Arquivista

Primeiro grau incompleto Capacidade de organização

Visão Subnormal

Arquiva e controla documentação e correspondência em pastas próprias de acordo com a sistemática adotada pela Empresa

Ascensorista

Primeiro grau incompleto Curso de Ascensorista Habilidade para lidar com o público

Cego e Visão Subnormal

Opera o elevador no transporte de pessoas e cargas Indica, quando consultado, a localização de pessoas e setores da Companhia

Assistente Social

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação Usuário de microcomputador O cego deverá dominar um sistema de comunicação sonora com o microcomputador

Cego e Visão Subnormal

Realiza estudos, analisa e intervem em problemas grupais e/ou individuais em seus aspectos sociais Administra recursos de natureza social Planeja e desenvolve problemas de assessoramento à Administração

Atendente de Consultório

Segundo grau completo Habilidade para lidar com o público Noções básicas no uso do microcomputador

Visão Subnormal

Recepciona as pessoas que se dirigem ao consultório Organiza fichário, exames recebidos e guias de convênio Marca consultas

Auxiliar de Almoxarifado

Primeiro grau incompleto Curso de Auxiliar de Almoxarife Capacidade de organização Noções básicas no uso do microcomputador

Visão Subnormal

Executa tarefas auxiliares de recebimento, armazenamento, controle e expedição de materiais diversos

Auxiliar de Creche

Primeiro grau incompleto Habilidade para lidar com bebês e crianças

Visão Subnormal

Cuida da higiene, alimentação dos bebês e crianças sob sua responsabilidade Promove e participa de atividades recreativas

Auxiliar de Encadernação

Primeiro grau incompleto Curso de Encadernador

Cego e Visão Subnormal

Auxilia na execução de serviços de encadernação e restauração de livros e publicações em geral

Auxiliar de Estofador

Primeiro grau incompleto Curso de Estofador Habilidade manual

Visão Subnormal

Auxilia na execução das tarefas de guarnição, revestimento e acolchoamento de móveis (novos e usados)

Auxiliar de Pessoal

Primeiro grau incompleto Curso de Auxiliar de Departamento Pessoal Capacidade de organização Noções básicas no uso do microcomputador

Visão Subnormal

Auxilia na atualização de arquivos, no levantamento e controle de freqüência e de férias dos funcionários

Auxiliar de Serviços Gerais

Primeiro grau incompleto

Cego e Visão Subnormal

Auxilia na execução de tarefas diversificadas de apoio nos diferentes segmentos da Empresa

Balconista

Primeiro grau incompleto Curso de Técnicas de Vendas Aptidão para vendas e habilidade para lidar com o público

Visão Subnormal

Realiza vendas passivas e efetua o controle das vendas Pode controlar o estoque e arrumar prateleiras e vitrines

Bibliotecário

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação Capacidade de organização Usuário de microcomputador

Visão Subnormal

Planeja, organiza, programa e /ou organiza trabalhos de biblioteconomia (registro, classificação e catalogação) Seleciona livros e publicações

Borracheiro

Primeiro grau incompleto Curso de Borracheiro Habilidade manual

Visão Subnormal

Monta e desmonta roda de veículos. Executa reparos em câmaras de ar, substitui válvulas, coloca manchões e faz triagem de pneumáticos

Boy

Primeiro grau incompleto Iniciativa e dinamismo

Visão Subnormal

Efetua mandados internos e externos Colabora nas atividades de protocolo, expedição, reprodução e transporte de expediente (para ocupar este cargo não é necessário ter atingido a maioridade)

Camareira

Primeiro grau incompleto.

Visão Subnormal

Realiza tarefas de limpeza e arrumação de quartos de hotéis

Caseiro

Primeiro grau incompleto Iniciativa e dinamismo

Visão Subnormal

Zela pela conservação, manutenção e segurança da casa de campo ou praia

Colheiteiro

Primeiro grau incompleto Conhecimentos pertinentes às atividades desenvolvidas

Visão Subnormal

Prepara o terreno para sementeira ou plantação em época própria Irriga as plantas e acompanha o desenvolvimento das mesmas até a época da colheita

Comprador Júnior

Segundo grau completo Desembaraço para o contato social e capacidade de argumentação Noções básicas no uso do microcomputador

Visão Subnormal

Mantém contato com fornecedores Auxilia na apuração de propostas, no controle de material e no cadastramento dos fornecedores

Contínuo

Primeiro grau incompleto Iniciativa e dinamismo

Visão Subnormal

Efetua mandados internos e externos Colabora nas atividades de protocolo, expedição, reprodução gráfica e transporte de expediente Exerce vigilância no sentido de evitar o acesso de pessoas estranhas ou inconvenientes

Copeiro

Primeiro grau incompleto Curso de Copeiro

Visão Subnormal

Prepara e serve café, chá, refrescos e lanches Lava e esteriliza utensílios de copa Limpa e arruma mesas de refeitório

Corretor de Imóveis

Segundo grau completo Curso de Transações Imobiliárias Boa fluência verbal, força de argumentação e habilidade para lidar com o público

Visão Subnormal

Recebe pessoas interessadas na compra e/ou venda de imóveis Acompanha os interessados nas visitas ao local do imóvel Pode tratar da documentação referente à transação imobiliária

Cozinheiro

Primeiro grau incompleto Curso de Cozinheiro

Visão Subnormal

Prepara refeições, lanches e sobremesas Dispõe alimentos em pratos, travessas e bandejas Coordena os trabalhos de limpeza da cozinha

Doméstica

Primeiro grau incompleto

Visão Subnormal

Executa tarefas domésticas diversificadas Pode residir no local de trabalho

Economista

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação Capacidade de organização Usuário de microcomputador

Visão Subnormal

Planeja, coordena, acompanha, analisa e efetua estudos econômicos financeiros Desenvolve programas de assessoria econômica para a Administração

Embalador

Primeiro grau incompleto Habilidade manual

Cego e Visão Subnormal

Acondiciona produtos diversos a fim de assegurar uma embalagem adequada para seu transporte Confecciona embalagens de papelão e/ou outros tipos de materiais

Empacotador

Primeiro grau incompleto Habilidade manual

Visão Subnormal

Faz embrulhos simples e sofisticados, arma caixas, acondiciona, embala e ensaca objetos e materiais diversos

Empalhador

Primeiro grau incompleto Habilidade manual e coordenação motora fina

Cego e Visão Subnormal

Adorna móveis e tece forro para assento de cadeiras e sofás, utilizando fibra natural ou sintética (novos e reformas)

Encadernador

Primeiro grau incompleto Curso de Encadernação Habilidade manual

Visão Subnormal

Efetua serviços de encadernação e restauração de livros e publicações Opera guilhotina elétrica ou manual

Entregador de Ferramentas (controlador ou guardador)

Primeiro grau incompleto Capacidade de organização

Visão Subnormal

Entrega, recebe, arruma e controla o uso de ferramentas de acordo com a rotina interna da Companhia

Escriturário

Segundo grau completo Curso de Iniciação de Serviços de Escritório e outros específicos de acordo com a área de atuação Noções básicas no uso do microcomputador

Visão Subnormal

Executa tarefas diversificadas de escritório O desempenho da função pode ser em área administrativa ou de apoio operacional

Estofador

Primeiro grau incompleto Curso de Estofador Habilidade manual

Visão Subnormal

Executa tarefas de guarnição, revestimento e acolchoamento de móveis (novos e recuperação)

Estoquista

Segundo grau incompleto Curso de Técnicas de Estoque Capacidade de organização

Visão Subnormal

Controla a entrada de saída de materiais estocados Pode efetuar compras

Faxineiro

Primeiro grau incompleto Conhecimentos pertinentes às atividades desenvolvidas

Visão Subnormal

Executa serviços de limpeza em geral Pode executar serviços braçais no transporte de materiais no âmbito da Companhia

Fisioterapeuta

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação

Cego e Visão Subnormal

Executa métodos e técnicas fisioterápicas com a finalidade de restaurar, desenvolver e conservar a capacidade física do paciente

Fitotecário

Primeiro grau incompleto Capacidade de organização e conhecimentos pertinentes às atividades desenvolvidas

Visão Subnormal

Arquiva, mantém, atualiza, controla e distribui estoque de discos e fitas magnéticas

Garçom

Primeiro grau incompleto Curso de Cozinheiro Habilidade para lidar com o público

Visão Subnormal

Ornamenta mesas, serve refeições, limpa e arruma refeitórios, auxilia nos trabalhos de copa e cozinha

Inspetor de Alunos

Primeiro grau incompleto Habilidade para lidar com crianças e adolescentes

Visão Subnormal

Zela pelo cumprimento das normas disciplinares vigentes na Escola e anota ocorrências diárias Controla a saída e o regresso dos alunos Orienta a movimentação e acompanha a freqüência dos alunos nas atividades escolares Zela pela higiene pessoal do aluno, orientando-o sempre que necessário

Intérprete

Segundo grau completo Curso de Língua Estrangeira Desembaraço para o contato social

Cego e Visão Subnormal

Serve de intérprete a visitantes estrangeiros (gerentes, técnicos, professores etc.) em convenções ou entrevistas

Lavador de carros

Primeiro grau incompleto

Visão Subnormal

Lava e abastece veículos Troca, calibra e conserta pneus

Lustrador

Primeiro grau incompleto Curso de Lustrador Habilidade manual

Visão Subnormal

Lustra e enverniza móveis e utensílios de madeira

Massagista

Primeiro grau completo Curso de Massagem Cursos específicos de acordo com a área de atuação

Cego e Visão Subnormal

Aplica técnica específica de massagem estética, terapêutica e desportiva, observando orientação médica

Mensageiro (hotel)

Primeiro grau incompleto Iniciativa e habilidade para lidar com o público

Visão Subnormal

Carrega as malas dos hospedes, acompanhando-os até o quarto a ser ocupado e informa quanto ao uso dos aparelhos Atende as solicitações dos hospedes (compra de jornais, revistas, remédios etc.) Recolhe as malas até a portaria

Merendeira

Primeiro grau incompleto Conhecimentos pertinentes às atividades desenvolvidas

Visão Subnormal

Prepara refeições e lanches Dispões alimentos em pratos e bandejas Distribui lanches e merendas

Montador de Móveis e Esquadrias

Primeiro grau incompleto Curso de Montadores de Móveis e Esquadrias Habilidade manual

Cego e Visão Subnormal

Monta, encaixa, aparafusa e cola peças pré-moldadas

Musico / Instrumentista (pianista, violonista e percussionista)

Primeiro grau incompleto Embasamento teórico e domínio do instrumento que pretende executar Cursos livres de acordo com a área de atuação Boa acuidade auditiva

Cego e Visão Subnormal

Pianista e violonista - desenvolve harmonia funcional do trecho musical Percussionista - executa com precisão os tempos do compasso

Musico/Regente e Arranjador

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação Boa acuidade auditiva e domínio de algum instrumento de harmonia

Cego e Visão Subnormal

Cria arranjos musicais Rege pequenos conjuntos (de pessoas cegas e videntes) Rege corais constituídos por pessoas deficientes visuais

Musicoterapeuta

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação. Usuário de microcomputador. O cego deverá dominar um sistema de comunicação sonora com o microcomputador

Cego e Visão Subnormal

Planeja, coordena, acompanha, analisa e efetua estudos atinentes ao campo da musicoterapia Realiza avaliação diagnóstica do indivíduo Realiza sessões terapêuticas

Nutricionista

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação Usuário de microcomputador

Visão Subnormal

Planeja, organiza, programa e elabora cardápios Controla estoque de gêneros alimentícios e fiscaliza a qualidade das refeições

Operador de Máquinas Copiadoras

Primeiro grau incompleto Curso de Operador de Equipamentos Xerox

Visão Subnormal

Opera máquinas copiadoras e duplicadoras, eventualmente plastificadora, grampeadora e furadora de papel

Operador de Telemarkentig

Segundo grau completo Objetividade, iniciativa, boa fluência verbal e força de argumentação Noções básicas no uso do microcomputador. O cego deverá dominar um sistema sonoro de comunicação com o microcomputador

Cego e Visão Subnormal

Promove vendas (televendas) Presta apoio na venda de um produto ou serviço e incrementa a produtividade da venda Pesquisa mercado, opinião pública e testa novos produtos, promoções, mensagens, idéias etc. Mantém o arquivo do cliente ou do mercado atualizado Atende e orienta clientes em suas necessidades e reclamações

Orientador Educacional

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação Usuário de microcomputador O cego deverá dominar um sistema sonoro de comunicação com o microcomputador

Cego e Visão Subnormal

Planeja, implementa e avalia o desenvolvimento da orientação vocacional no contexto escolar Detecta problemas de ordem bio-psico-pedagógico, estabelecendo alternativas educacionais para o aperfeiçoamento da ação educativa Presta orientação educacional individualmente e em grupo

Padeiro

Primeiro grau incompleto Curso de Padeiro

Visão Subnormal

Seleciona material para a fabricação Prepara massas, enforma e desenforma

Panfletista

Primeiro grau incompleto

Visão Subnormal

Distribui folhetos, prospectos etc. em prédios residenciais, comerciais e pontos estratégicos pré-determinados

Pedagogo

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação Usuário de microcomputador. O cego deverá dominar um sistema sonoro de comunicação com o microcomputador

Cego e Visão Subnormal

Estuda, pesquisa, interpreta, controla, analisa e coordena atividades pedagógicas

Pizzaiolo

Primeiro grau incompleto Conhecimentos pertinentes às atividades desenvolvidas

Cego e Visão Subnormal

Prepara massas, recheios, arma e leva ao forno tipos diversificados de pizzas

Porteiro

Primeiro grau incompleto Curso de Porteiro Cortesia e iniciativa

Visão Subnormal

Atende e encaminha todas as pessoas estranhas ao quadro da empresa ou do edifício Anota e transmite recados Recebe e distribui correspondências

Professor

Curso superior completo (atuação a partir da 5a. série) Curso normal (atuação até a 4a. série Cursos específicos de acordo com a área de atuação Usuário de microcomputador. O cego deverá dominar um sistema de comunicação sonora com o microcomputador

Cego e Visão Subnormal

Planeja, coordena, executa e avalia atividades relacionadas ao processo ensino-aprendizagem, visando a formação integral do educando

Programador

Segundo grau completo Treinamento em uma linguagem de programação Experiência em operação de computadores através de sintetizador de voz

Cego e Visão Subnormal

Cria programas de computador Realiza manutenção de sistemas de computação Presta apoio ao usuário Elabora manuais

Psicólogo

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação Usuário de microcomputador. O cego deverá dominar um sistema de comunicação sonora com o microcomputador

Cego e Visão Subnormal

Planeja, coordena, acompanha e efetua estudos atinentes ao campo da Psicologia Elabora e adapta testes, provas objetivas, inventários e outros instrumentos de medidas psicológicas Realiza avaliação objetivando o diagnóstico, prognóstico e o tratamento do indivíduo

Recepcionista

Primeiro grau incompleto Curso de Recepcionista Facilidade para lidar com o público e boa apresentação

Visão Subnormal

Recepciona pessoas que se dirigem à Empresa indicando a quem as mesmas devem dirigir-se Atende a solicitações internas diversas

Recreadora

Curso Normal e Adicional Desembaraço para o contato social

Visão Subnormal

Promove atividades lúdicas para adultos e crianças em escolas, hospitais, clínicas e festas

Recuperador de Crédito

Primeiro grau completo Curso de Técnica de Cobrança Boa fluência verbal, iniciativa e força de argumentação

Cego e Visão Subnormal

Realiza investigação cadastral dos clientes devedores Executa cobrança através de visitas locais ou por telefone

Servente de Laboratório

Primeiro grau incompleto Capacidade de concentração e habilidade manual

Visão Subnormal

Efetua serviços de limpeza e conservação de materiais, aparelhos, utensílios e instalações de laboratório Prepara recipientes para coleta de amostras, desinfetando-os Abastece recipientes de análises

Sociólogo

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação Usuário de microcomputador O cego deverá dominar um sistema sonoro de comunicação com o microcomputador

Cego e Visão Subnormal

Planeja, coordena, acompanha, analisa e efetua estudos atinentes ao campo da sociologia Desenvolve programas de pesquisa e assessoramento na área social

Tecelão

Primeiro grau incompleto Curso de Tecelão Habilidade manual

Visão Subnormal

Realiza tarefas de tecer pano em máquinas ou teares

Técnico de Administração

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com área de atuação Usuário de microcomputador

Visão Subnormal

Planeja, coordena, acompanha, analisa e efetua estudos atinentes ao campo da Administração Elabora manuais de procedimentos e rotinas de trabalho Realiza auditoria em assuntos ligados à sua especialização

Técnico de Câmara Escura

Primeiro grau completo Curso de Câmara Escura

Cego e VisãoSubnormal

Prepara filmes a serem utilizados pelos técnicos de radiologia Revela filmes através de químicas apropriadas ou de processadora

Técnico de Comunicação Social

Curso superior completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação Usuário de microcomputador. O cego deverá dominar um sistema de comunicação sonora com o microcomputador

Cego e Visão Subnormal

Planeja, coordena e acompanha programa de relações públicas Red ige, adapta, comenta, interpreta matéria a ser divulgada e realiza sondagem de opinião pública

Telefonista

Primeiro grau incompleto Curso de Operação de Mesa Telefônica Boa fluência verbal e memória auditiva

Cego e Visão Subnormal

Opera mesa telefônica Recebe e providencia ligações urbanas, interurbanas e internacionais Atende chamados telefônicos transferindo-os para diversos setores da Empresa

Telefonista Recepcionista

Primeiro grau incompleto Curso de Operação de mesa telefônica Boa fluência verbal, memória auditiva e habilidade para lidar com o público

Visão Subnormal

Atende ao público Recebe e providencia ligações urbanas, interurbanas e internacionais Atende chamados telefônicos transferindo-os para diversos setores da Empresa

Terapeuta Ocupacional

Superior Completo Cursos específicos de acordo com a área de atuação

Visão Subnormal

Orienta atividades criativas, lúdicas, educacionais, pré-vocacionais e industriais, objetivando a restauração de uma função física Pode integrar equipes médicas de reabilitação profissional, pedagógica e outras

Tradutor

Segundo grau completo Curso de Língua Estrangeira Capacidade de concentração Usuário de microcomputador

Visão Subnormal

Traduz e efetua revisão de traduções, publicações ou correspondência de língua estrangeira

Vendedores

Segundo grau incompleto Curso de Técnica de Vendas Boa fluência verbal, força de argumentação, objetividade e facilidade para lidar com o público

Cego e Visão Subnormal

Realiza vendas passivas e ativas Estabelece contatos pessoais ou por telefone com clientes e fornecedores

 

Profissões Autônomas Compatíveis com o Desempenho das Pessoas Cegas e de Visão Subnormal

 

ÁREA RURAL

Apicultor, caprinocultor, floricultor, granjeiro, horticultor, hortigranjeiro, minhocultor, ovinocultor, ranicultor, suinocultor, truticultor, vinicultor

ÁREA ARTESANAL

Produção e confecção de: perfumes, produtos de higiene e limpeza, botões forrados, ilhóes, plantas e flores desidratadas, papel, macramê, tricô, tapetes, sachê, bonecas e bichos de lã, ráfia e tecido, bijuterias e caixas decorativas

ÁREA DE PRODUTOS CASEIROS

Produção de: bombons, doces, balas, compotas, geléias, salgadinhos, sanduíches, tortas, biscoitos, massas, pães, refeições, sorvetes, queijos e licores

ÁREA INDUSTRIAL

Produção de: sacolas, chinelos personalizados, fraldas e absorventes descartáveis, quetinhas, velas e tijolos

ÁREA COMERCIAL

Representante de vendas, vendedor ambulante, chaveiro, sapateiro

 

Algumas das instituições que oferecem cursos de habilitação e qualificação profissional (por área de atuação)

 

ÁREAS

InstituiçõeS

Abertura e Administração de Pequenas Empresas

SEBRAE, Fundação Getúlio Vargas

Administração e Gerência

SEBRAE, SENAC, Fundação Getúlio Vargas

Alimentos

SENAI

Armazenamento, Embalagem e Expedição

SENAC

Artes Gráficas

SENAI

Artesanal e de Produtos Caseiros

SENAC

Comércio

SEBRAE, SENAC

Comunicação

senac, pabx

Construção Civil e Mobiliário

senai

Contabilidade

sebrae, senac, Fundação Getúlio Vargas

Eletricidade

SENAI

Escritório

SEBRAE, SENAC

Hospitalidade

SENAC

Informática

SENAI, SENAC, Instituto Benjamin Constant

Manutenção, Conservação e Serventia

SENAC

Mecânica de Automóveis

SENAI

Operacional

SENAI

Rural

SEBRAE, Sociedade Nacional de Agricultura

Saúde

SENAC, Instituto Benjamin Constant

Vendas

SEBRAE, SENAC




Marcia Lopes de Moraes Nabais - Psicóloga e coordenadora do grupo;

Carmen Lucia Alves Martins - Psicóloga;

Margarida Aguiar Monteiro - Professora especialista em reabilitação e

Waldemar Gonçalves Galheira - Professor e assistente social.

Revisão do texto: Irene Edreira Martins

 

Fim do conteúdo da página